Destaque

Vila Verde. Entregas ao domicílio do Pingo Doce já é uma realidade

O Mercadão abriu recentemente área de entrega também em Vila Verde, informou a responsável da plataforma ao Semanário V.

A plataforma “é uma forma prática e cómoda de aceder a lojas de referência através de um simples clique, desde o seu computador ou dispositivo móvel (telemóvel, tablet).”

Segundo a plataforma, é “como um centro comercial online, onde basta seleccionar os produtos que pretende adquirir, em diferentes lojas parceiras, e nós garantimos a entrega em sua casa em 2 horas, em janelas de entrega de apenas 30 minutos. Temos uma equipa de profissionais dedicados a corresponderem aos seus pedidos das 10h às 20h, de Segunda-feira a Domingo.”

Neste momento, o Mercadão tem apenas como loja disponível o Pingo Doce mas é previsível “a partir de junho reabrir as demais lojas parceiras”, diz a responsável de marketing ao Semanário V.

Mercadão reforça equipa com mais 250 personal shoppers

Com a procura a multiplicar por 7, o Mercadão apostou no recrutamento e entrada em novas cidades, para servir milhares de novos clientes.

Desde março, o Mercadão recrutou mais de 250 novos personal shoppers – os colaboradores que fazem a recolha e entrega em 2 horas nos principais centros urbanos de Portugal.

O marketplace, que surgiu em 2018 como pioneiro, com entregas em 2 horas do Pingo Doce e outras retalhistas (Body Shop, Science4You, Lev, de entre outras), viu as suas vendas multiplicarem por sete vezes face ao período pré-pandemia e reforçou o recrutamento para fazer face ao crescimento do negócio.

Disponível em novas cidades

“Temos mais shoppers nas cidades onde já estávamos presentes e abrimos novas áreas de entrega, para chegar a cada vez mais portugueses”, refere Gonçalo Soares da Costa, CEO da empresa. Das novas áreas destacam-se Malveira, Leiria, Évora, Setúbal, Montijo, Barreiro e alargamento da área de entrega no Algarve, bem como uma novidade: o Mercadão é o primeiro grande serviço de entregas no mesmo dia na ilha da Madeira, com operação no Funchal e Caniço. Brevemente, o serviço estará disponível, também, em Viana do Castelo e Viseu.

Mais volume, mesma estratégia
Apesar do crescimento da procura, “não subimos a taxa de entrega, que continua a ser gratuitas em compras acima de 100 €”, condições válidas mesmo para as entregas no mesmo dia, que pesam cerca de 60% do total, segundo a empresa. “O recrutamento dos novos personal shoppers foi decisivo para voltarmos às entregas rápidas, que nos distinguem no mercado português: entregas a partir de duas horas, em intervalos de entrega de apenas 30 minutos”, adianta o mesmo responsável.

Quantidade e qualidade
O crescimento rápido da procura trouxe novos desafios. Para manter a qualidade do serviço, o Mercadão investiu em formação, numa nova solução de e-learning para apoiar os novos shoppers, e em processos relacionados com higiene e segurança (distribuição de máscaras e gel desinfectante aos shoppers bem como novos procedimentos de higienização). “Este investimento foi crítico para a qualidade do serviço prestado pelo Mercadão ”, o marketplace líder em satisfação no Portal da Queixa desde agosto de 2019, consecutivamente.

Raio de entrega Braga/Vila Verde

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo