Curiosidades

Vila Verde. Padre Sandro inicia missas comunitárias dia 30 de maio

Partilhe esta notícia!

O Padre Sandro Vasconcelos irá iniciar as missas comunitárias nas suas paróquias sábado, dia 30 de maio.

Ao V conta que “Começaremos a ter celebrações comunitárias nas nossas igrejas no último fim de semana de maio. Importa ter presente as normas de isolamento que não permite a proximidade das pessoas. Nem todos conseguirão entrar na Igreja. Os bancos serão colocados de modo a permitirem o isolamento necessário”.

Identificação dos bancos pela equipa de acolhimento

Os lugares estarão identificados, sendo a equipa de acolhimento que indicará os fiéis se podem sentar. Existirá sinalética nos bancos e no chão para indicar como deverão ser feitas todas as movimentações. “Respeite-se, sempre, a distância mínima, mesmo para comungar. Os lugares serão ocupados da frente para trás. a ocupar os lugares da frente. As pessoas sentadas nos últimos lugares devem, no fim, ser as primeiras a sair para evitar encontros e conversas. Também se aconselha que antes e depois da celebração não se criem aglomerados de pessoas nos adros. É necessário muito cuidado. Aconselha-se aos doentes e fiéis que pertencem a grupos de risco que não frequentem a Eucaristia dominical. Quando o Pároco chega ninguém estará na sacristia”, apela o Padre Sandro.

Acesso à igreja em porta única e máscara obrigatória

O acesso à Igreja será feito por uma única porta e o uso de máscara é obrigatório.

Orientações para as missas comunitárias

O comunicado do padre Sandre apela a que: “Os fiéis devem higienizar as mãos à entrada e à saída da igreja. Para o efeito, a equipa de acolhimento estará à entrada com gel desinfetante para que todos o possam fazer. Não podem distribuídas folhas, desdobráveis ou qualquer outro objecto ou papel daí que não pode haver boletim paroquial. Os grupos corais deve cada elemento ter o seu próprio livro e/ou folha. O ofertório será feito à saída da Missa, sendo a equipa de acolhimento responsável por este serviço na porta de saída”.

Igreja aberta 30 minutos antes da Eucaristia

A equipa de acolhimento abrira a Igreja 30 minutos antes da Missa e que no fim fará a desinfeção da Igreja.  As casas de banho devem ser usadas só em caso de muita necessidade e terão desinfetante para que cada pessoa desinfete o espaço usado. Continuam proibidos os velórios bem como os cortejos fúnebres. Por esse motivo os funerais continuarão a ser realizados no cemitério, observando todas as normas de segurança. Continuam a ser permitida somente a presença dos familiares.

Comentários

topo