Destaque

Vila de Prado. Abate de árvores indigna pradenses

A indignação dos pradenses, face ao recente abate de árvores na Vila de Prado, foi explanada nas redes sociais por Isa de Castro e Francisco Azevedo.

Isa de Castro, fadista pradense, partilhou fotografias de árvores cortadas na Vila de Prado citando “as árvores são poemas que a terra escreve para o céu”. Alerta mesmo que “Isto torna-se desesperante com a chegada das temperaturas altas!”

Já o professor Francisco Azevedo, jornalista, personalidade icónica e acarinhada da Vila de Prado, desabafa: “mais uma abatida pela CMVV”.

O Semanário V tentou ouvir a Câmara Municipal de Vila Verde, através do vereador do Ambiente Patrício Araújo, mas o mesmo (como tem sido seu apanágio) não respondeu às questões do V colocadas por e-mail (até ao momento da publicação deste artigo), não querendo esclarecer a população vila-verdense sobre os motivos que levaram ao abate das árvores.

“Mãos de sangue”, diz Francisco Azevedo.

MÃOS DE SANGUE !!!

Publicado por ProfFrancisco Azevedo em Sexta-feira, 29 de maio de 2020

“As Árvores são poemas que a terra escreve para o céu”
…e mesmo assim continuam a cortá-las.

Será que é de tão…

Publicado por Isa de Castro em Quinta-feira, 28 de maio de 2020

© Isa de Castro / Francisco Azevedo

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo