Mundo

Última fase da desmontagem de andaime em Notre-Dame começa na segunda-feira

O pináculo da catedral de Notre-Dame de Paris estava em restauração durante o incêndio de 15 de abril de 2019 © notredamedeparis.fr

A última fase da delicada operação de desmontagem do andaime da torre da catedral de Notre-Dame, em Paris, deformado pelo incêndio que assolou o edifício em 2019, vai começar na segunda-feira, anunciou este domingo o estabelecimento público responsável pela obra.

“O pináculo da catedral de Notre-Dame de Paris estava em restauração durante o incêndio de 15 de abril de 2019. Os andaimes instalados para esta operação resistiram ao colapso do pináculo, mas ficaram deformados pelo calor do “fogo”, lembra o estabelecimento público num comunicado de imprensa.

O andaime, composto por 40.000 peças, “metade das quais com mais de 40 metros de altura”, e com 200 toneladas de peso, foi primeiro “consolidado e depois cercado por vigas metálicas em três níveis para estabilizar e impedir qualquer risco de colapso”, lê-se no comunicado.

Um segundo andaime foi instalado e, a partir de segunda-feira, “duas equipas alternadas de cinco técnicos” vão descer por corda e ficar o “mais próximo possível das peças queimadas para cortar, usando serras sabre, os tubos de metal derretidos uns sobre os outros” .

“Esta operação vai decorrer durante todo o verão”, indica a empresa responsável pela obra no comunicado.

Logo depois do incêndio, o Presidente francês, Emmanuel Mácron, disse esperar que a reconstrução da catedral ficasse pronta dentro de cinco anos.

Contudo, as obras têm sofrido altos e baixos: foram adiadas por terem de ser aplicadas medidas contra a contaminação por chumbo, no inverno, o mau tempo também atrasou os trabalhos e o coronavírus fez parar a reconstrução, que recomeçou gradualmente no final de abril.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo