Vila Verde

“Ponte de Lima não tem um único estacionamento pago. Porque é que Vila Verde tem?”

Paulo Marques, líder do CDS-PP de Vila Verde, continua a mostrar o seu desagrado pelo estacionamento pago no concelho de Vila Verde.

Em nota publicada no seu Facebook, o centrista compara concelho de Ponte de Lima que “recebe centenas de milhar de turistas por ano” ao de Vila Verde “que quase não tem turismo”. Questiona Paulo Marques “se Ponte de Lima, que recebe centenas de milhar de turistas por ano, não tem um único estacionamento pago, porquê em Vila Verde, que quase não tem turismo e onde vivemos com um baixíssimo poder de compra per capita se paga em quase todas as ruas?”

Paulo Marques coloca dúvidas ainda nas vantagens que eventualmente poderá ter o concelho de Vila Verde com o estacionamento pago. “O que ganha o concelho com isto? Que negócio foi este? Se alguém tiver uma justificação objectiva, lógica e racional que justifique este negócio, agradeço ser esclarecido”, remata o líder centrista do concelho.

Em Maio, Paulo Marques dava exemplo de Braga

Já no final de maio passado, Paulo Marques mostrava “indignação e repúdio pelo desinteresse e frieza do município de Vila Verde para com as dificuldades financeiras que os vila-verdenses têm passado nos últimos meses”, referindo-se ao estacionamento pago no centro urbano de Vila Verde, que contrasta com o concelho vizinho e capital de distrito, Braga, onde está “há 3 meses sem cobrar estacionamento a ninguém”.

“A forma como o município tem tratado os seus munícipes é um ato de desprezo total pela população, de pura má fé e indiferença. Em Vila Verde, todos dias multas, algumas até a dobrar”, reclamava Paulo Marques.

Para Marques há diferentes “formas de ver a política autárquica e de respeitar a população”. Aproveita ainda para elogiar a atuação do edil bracarense, dizendo que “Ricardo Rio continua a ter o nosso respeito pela forma como se preocupa com os seus munícipes e dignifica o seu cargo.”

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo