Destaque

Escola Básica de Aboim ganha nome da saudosa professora Maria do Carmo Reis Rocha

A Junta de Freguesia de Aboim da Nóbrega e Gondomar, de Vila Verde, colocou na sexta-feira passada, na fachada da Escola Básica de Aboim da Nóbrega, uma placa de grandes dimensões com o nome professora Maria do Carmo Reis Rocha. Esta ação surgiu na sequência do nome da saudosa professora ter sido aprovado por unanimidade dos membros da Assembleia de Freguesia de Aboim da Nóbrega e Gondomar para a Escola Básica de Aboim da Nóbrega e de ter sido aprovado também por unanimidade dos membros do Conselho Geral do Agrupamento de Escolas de Vila Verde a mudança do nome da escola para Escola Básica Maria do Carmo Reis Rocha, tendo-lhe sido atribuído na mesma altura o título de Patronesse.

Estas distinções são consequência do muito que a professora Maria do Carmo Reis Rocha fez em prol da sociedade e do desenvolvimento de Vila Verde, sobretudo ao nível social e cultural, uma altruísta e benfeitora por natureza, tendo sido apelidada por editores de publicações independentes ligadas ao artesanato como Maria da Fonte dos tempos modernos.

A professora Maria do Carmo Reis Rocha nasceu em Pico de Regalados no dia 2 de agosto de 1930, tendo-se mudado definitivamente para Aboim da Nóbrega em meados dos anos 50 por motivos profissionais, freguesia onde casou, teve três filhos e residiu até ao final da sua vida, tendo falecido em 25 de setembro de 2011.

Professora Maria do Carmo Reis Rocha é Medalha de Ouro de Mérito Municipal

Entre outros, a professora Maria do Carmo Reis Rocha é Medalha de Ouro de Mérito Municipal e é frequentemente referida como uma das principais responsáveis por Vila Verde ser conhecida atualmente como a Terra dos Lenços de Namorados.

Das atividades da professora Maria do Carmo Reis Rocha em prol da sociedade destacam-se as seguintes:

Diretora da Escola Primária de Aboim da Nóbrega durante décadas;

Fundadora do posto da Telescola de Aboim da Nóbrega;

Fundadora e promotora dos Cursos de Alfabetização de Adultos de Aboim da Nóbrega, os quais lecionou durante 18 anos;

Promoção e confeção por mãos e expensas próprias de refeições diárias para os alunos mais carenciados da Escola Primária de Aboim da Nóbrega;

Fundadora da Associação Cultural Recreativa e Musical de Aboim da Nóbrega, aquela que foi e é a 3ª IPSS do Distrito de Braga, que tem várias valências;

Fundadora do Apoio Domiciliário no território das Terras da Nóbrega do atual Concelho de Vila Verde e ainda em algumas freguesias de Ponte da Barca (Azias e Sampriz);

Fundadora do Eco-Museu de Aboim da Nóbrega;

Pioneira na recolha, confeção, promoção e divulgação dos Lenços de Namorados de Vila Verde e de outros bordados tradicionais/ancestrais;

Fundadora do Primeiro Agrupamento de Escuteiros de Aboim da Nóbrega;

Fundadora do Grupo Folclórico Infantil de Aboim da Nóbrega;

Fundadora da Colónia de Férias de Aboim da Nóbrega;

Fundadora do ATL de Aboim da Nóbrega;

Fundadora da Semana Cultural de Aboim da Nóbrega;

Fundadora da Festa do Emigrante de Aboim da Nóbrega, na qual era realizado sempre um Festival de Folclore Internacional, onde chegaram a participar por edição 14 Ranchos Folclóricos;

Promotora e dinamizadora de grupos de jovens, nomeadamente no âmbito de atividade de representação/teatro, desporto, etc.;

Promotora e dinamizadora de atividades ancestrais, tais como espadeladas de linho e malhadas de milho e centeio;

Proponente e promotora de vários projetos com recurso a financiamento por entidades públicas (Instituto da Juventude, Ministério da Cultura, etc.), como por exemplo para inventariação dos Moinhos ancestrais de Aboim da Nóbrega, inventariação e limpeza das Cabanas/Cavernas ancestrais de Aboim da Nóbrega, Limpeza do Rio Vade, inventariação das Lendas de Aboim da Nóbrega, etc.

Pelo enorme contributo que deu ao Concelho de Vila Verde foi-lhe atribuída pela Câmara Municipal a Medalha de Ouro de Mérito Municipal, entre outras distinções/homenagens que recebeu, como por exemplo da Adere-Minho e da Casa do Povo do Vade.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo