Braga

Braga. “Obras lastimáveis” na Praça do Bocage revoltam moradores e comerciantes

Os moradores e comerciantes da Urbanização da Praça do Bocage, em S. Vitor, na cidade de Braga, estão indignados com as obras levadas a cabo na zona devido aos constrangimentos causados pelas mesmas no seu quotidiano.
Conta um morador ao V que “basta um camião do lixo, uma ambulância ou alguém a carregar ou descarregar mercadorias e o trânsito é obrigado a parar, pois herdamos uma obra que não pedimos, sem qualidade nenhuma, sem profissionalismo, e que, veio provocar o caos em termos de estacionamento, circulação automóvel, passagem de ambulâncias, recolha de lixo por parte da Braval , transportadoras, bombeiros entre outros profissionais que abastecem o comércio local.

Falta de estacionamento e casos em que os bombeiros não conseguiam passar em zonas estreitas

As obras levadas a cabo, foram pensadas para diminuir a carbonização e o efeito é exatamente o contrário com os moradores a dar voltas e voltas à praça para estacionar, “buzinadelas constantes”, e como conta o morador “já houve casos em que a protecção civil e bombeiros quiseram atravessar a zona e foi uma “vergonha”.

“Era este o projeto adequado a esta praça? Duvido”, desabafa o morador

A praça apresenta várias deficiências em termos urbanísticos e estéticos como demonstram as fotos enviadas pelo morador, e o mais grave, são os constrangimentos causados aos comerciantes que, ainda ontem, foi possível verificar a dificuldade de entrar em lojas anexas à referida praça. Conta um comerciante da praça que “não há lugares de cargas e descargas para os comerciantes além de que estamos a perder clientes a um ritmo assustador exatamente por não haver estacionamento e levar as pessoas a procurar locais mais aprazíveis para estacionar comodamente e frequentar o comércio local”.

Mobiliário urbano degradado e falta de acessos

A praça tem marcas de degradação evidentes, com materiais estragados e abandonados, as rampas das garagens partidas, e os próprios passeios com falhas de estabilidade e com obstáculos à mobilidade de quem mais precisa.O morador convida as pessoas a fazerem uma visita à praça como forma de verificar o estado da mesma: “Para melhor entenderem tudo isto e mais alguma coisa, nada como fazerem uma visita à praça do Bocage em S. Vitor Braga. Uma aberração de obra”, desabafa o morador visivelmente revoltado com a situação, aguardando remodelações e uma solução urgente por parte das entidades competentes.

(c) Fernando Araújo / Semanário V

(c) Fernando Araújo / Semanário V

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo