Mundo

Polícia “manda abaixo” rede ilegal de IPTV a mais de 2 milhões de assinantes

A par dos serviços pagos de TV, há também serviços ilegais no “mercado negro”. Uma das formas mais comuns de ter TV ilegal é através de IPTV. A Polícia Nacional Espanhola encerrou recentemente uma rede popular de IPTV pirata que tinha mais de dois milhões de clientes. Com a ajuda da Europol foram presos 11 pessoas. As autoridades também apreenderam bens no valor de quase 5 milhões de euros, assim como 1,1 milhões de euros em ativos bancários, avança a pplware.sapo

Serviço emitia sinal para Portugal 

Em Portugal, os utilizadores que distribuem ilegalmente sinal de TV cometem pelo menos quatro crimes puníveis com penas que podem chegar aos cinco anos de cadeia e avultadas multas. Os crimes em causa são os de:

Usurpação – que pode chegar aos três anos de prisão
Proteção das medidas tecnológicas – Pena máxima de um ano de prisão
Acesso ilegítimo – Pena de prisão entre um e cinco anos
Detenção de dispositivos ilícitos – Pena pode ir até três anos de prisão

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo