País

Covid-19. Portugal é o 4º país europeu com maior percentagem de reclusos libertados

Portugal foi o quarto país europeu com maior percentagem (15%) de reclusos libertados como medida para evitar a propagação da covid-19, atrás da Turquia (35%), Chipre (16%) e Eslovénia (16%).

Segundo um relatório divulgado, pelo Conselho da Europa, os países onde se verificaram as maiores percentagens de presos libertados como medida para prevenir o covid-19 foram a Turquia (35% – 102944 presos), Chipre (16% – 121), Eslovénia (16% – 230), Portugal (15% -1874 ), Noruega (13% – 401), Irlanda (12% – 476), Itália (9,4% – 5739) e Espanha (7,4% – 4356), num quadro que considera apenas os Estados com mais de 500 mil habitantes, avança o Jornal de Notícias.

Simultaneamente, as administrações penitenciárias com o maior número de reclusos libertados para prevenir a disseminação da pandemia foram a Turquia (102944 reclusos), Itália (5739), Espanha (4356) e Portugal (1874). O objetivo foi promover a integração dos criminosos na sociedade para reduzir a reincidência, impedir a sobrelotação das cadeias, melhorar o funcionamento das prisões e promover o tratamento humano e eficaz dos presos, cita o relatório apresentado.

 

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo