Curiosidades

Bares e discotecas: “Dançar com máscara ou com 2 metros de distanciamento”

A Associação de Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) está a fazer pressão para a “reabertura urgente” das discotecas e bares noturnos, que continuam encerrados e “em grave crise”, e enviou esta semana ao Governo um conjunto de medidas para que estes estabelecimentos “possam reabrir rapidamente e em segurança, cumprindo necessárias regras de saúde para salvaguardar colaboradores e clientes”, avança o jornal Expresso.

O ‘Guia de Boas Práticas’ que a AHRESP finalizou para as discotecas e bares poderem reabrir, tal como fez anteriormente com os restaurantes, foi pensado de modo a servir de base às orientações específicas da Direção-Geral da Saúde (DGS), e para ser validado por este organismo e também pela ASAE, entidade responsável pela fiscalização.

Nas pistas de dança, é apontado pelo guia da AHRESP, que estas devam ser marcadas no chão com quadrados de 2,25 metros quadrados, de forma a que as pessoas mantenham distância entre si, mesmo movimentando-se ao som da música. Sempre que não for possível manter o distanciamento social de dois metros nas zonas de dança “entre DJ, seguranças e demais pessoas”, deve-se usar máscara de proteção, aponta ainda o guia da AHRESP que vai ser estudado pela DGS, avança a mesma fonte.

 

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo