Guimarães

PS. Joaquim Barreto perde apoios em Guimarães

Manuel Silva, militante do Partido Socialista (PS) de Guardizela, Guimarães, comunicou a Luís Soares, Presidente da Comissão Política Concelhia do PS de Guimarães, a sua saída da Lista de Delegados da lista A do próximo Congresso Distrital dos socialistas, liderado por Joaquim Barreto.

Em nota enviada ao Semanário V, Manuel Silva revela que se afasta assim de Barreto “por causa do que se passou na reunião da Comissão Política, de 22 de junho.”

“Os episódios mais recentes decorridos na concelhia de Guimarães, sobretudo desde a remarcação do calendário eleitoral interno pela Comissão Permanente do PS, e que tiveram o seu auge na passada segunda-feira, dia 22 de junho, na reunião da Comissão Política Concelhia que serviu para eleger os dois órgãos concelhios: Mesa e Secretariado, levou-me a tomar uma decisão refletida e ponderada”, esclarece Manuel Silva.

Manuel Silva deu o seu apoio a Joaquim Barreto e Luís Soares “convicto de que o respeito, a seriedade e a confiança política prevalecessem.”

Avança ainda o jornal “Guimarães Agora” que Manuel Silva, confirma ainda que “na segunda-feira de manhã era candidato único à mesa da concelhia de Guimarães, com o apoio de Luís Soares” mas, veio a saber que iria ter a concorrência de José João Torrinha que lhe tinha garantido não ser candidato, o que não se verificava já ao fim da tarde. E se confirmou ao princípio da noite.

Comunicado na íntegra:

Remeto à Comunicação Social a informação que transmiti ao Presidente da Comissão Política Concelhia do PS de Guimarães, Luís Soares, ao candidato à Federação Distrital de Braga do PS, Joaquim Barreto, e ao responsável pela Comissão Organizadora do Congresso, Armindo Silva, sobre a minha saída da Lista de Delegados da Lista A.

“Caro Camarada Luís Soares,
Presidente da Comissão Política Concelhia de Guimarães e cabeça de lista de delegados ao próximo Congresso Distrital – Lista A – afeta à Moção Global de Estratégia “Primeiro o Distrito. Primeiro o Partido”, cujo primeiro subscritor é o camarada Joaquim Barreto.

Aceitei, de acordo com o desenrolar dos procedimentos das Eleições Federativas do PS, integrar a Lista de Delegados da concelhia de Guimarães encabeçada pelo camarada Luís Soares – Lista A – afeta à Moção Global de Estratégia “Primeiro o Distrito. Primeiro o Partido”, cujo primeiro subscritor é o camarada Joaquim Barreto. Fi-lo convicto de que o respeito, a seriedade e a confiança política prevalecessem.

Contudo, os episódios mais recentes decorridos na concelhia de Guimarães, sobretudo desde a remarcação do calendário eleitoral interno pela Comissão Permanente do PS, e que tiveram o seu auge na passada segunda-feira, dia 22 de junho, na reunião da Comissão Política Concelhia que serviu para eleger os dois órgãos concelhios: Mesa e Secretariado, levou-me a tomar uma decisão refletida e ponderada. O que se passou em Guimarães, tem uma motivação maior, no que toca à abrangência, porque diz respeito aos interesses das Eleições Distritais, e uma causa menor, por nada acrescentar à concelhia do PS nem ao concelho ou aos vimaranenses.

Porque na política não vale tudo, venho apresentar a minha demissão, com efeitos imediatos, da Lista de Delegados que integro e que é encabeçada pelo camarada Luís Soares. Solicito, por isso, quanto antes que operem o procedimento adequado, conforme a vontade e decisão expressas.”

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo