País

País. Governo isenta Liga dos Campeões de IRS e IRC e gera polémica no país

Portugal foi o país escolhido pela UEFA para a fase final da Liga dos Campeões. Em vez de Istambul, na Turquia, os jogos serão disputados em Lisboa, sendo que o Governo decidiu que tanto a organização como os clubes e os seus jogadores vão ficar isentos do pagamento de quaisquer impostos sobre os prémios pagos pela “liga milionária”.

UEFA escolhe Lisboa para “final eight” da Liga dos Campeões

“À semelhança do que tem vindo a ser estabelecido em situações análogas, o Governo propõe a aprovação de um regime fiscal específico, consagrando a isenção de Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas e de Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares para os rendimentos auferidos pelas entidades não residentes associadas a estas finais”, lê-se na proposta de lei aprovada em Conselho de Ministros. Este regime fiscal, que garante isenção de impostos, aplica-se às entidades organizadoras da competição UEFA Champions League 2019/2020, “aos clubes desportivos e respetivos jogadores, bem como às equipas técnicas participantes”.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo