País

País. Rúben, suspeito de matar Beatriz Leite, encontrado morto na cadeia

Rúben Couto suspeito da morte da colega de mestrado em Psicologia Beatriz Lebre, foi encontrado morto este domingo à noite no Estabelecimento Prisional de Lisboa (EPL), avança o Correio da Manhã. Segundo a mesma fonte, o corpo do homicida, de 25 anos, foi detetado às 23h00. Estava a ser vigiado de hora a hora, pelo que o óbito aconteceu entre as 22h00 e as 23h00.

Rúben Couto estava na Ala D do EPL há cerca de dez dias, depois de ter saído do confinamento, devido à pandemia de Covid-19. O corpo foi recolhido por uma equipa do INEM. Rúben Couto foi detido no dia 27 de maio e confessou que assassinou Beatriz Lebre, de 23 anos, natural de Elvas, por quem tinha uma obsessão, depois de a ter matado, atirou o corpo ao Tejo, Lisboa, que viria a ser recuperado pelas autoridades dois dias depois da detenção.

 

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo