Braga

Braga. Bom Jesus assinala um ano como Património Mundial da UNESCO

(c) Município de Braga

O dia em que o Bom Jesus do Monte assinalou o primeiro aniversário da sua classificação como Património Mundial da UNESCO ficou marcado pela inauguração do Espaço Museológico da Torre Sineira e do Coro Alto. Um local onde os visitantes poderão contemplar uma vista única sobre a Cidade de Braga e a região, além do núcleo museológico que reúne um conjunto de sinos, paramentos e objectos litúrgicos.
Durante a inauguração, presidida pelo Arcebispo Primaz, D. Jorge Ortiga, o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, lembrou que há um ano, Braga viveu uma enorme alegria com a consagração do Bom Jesus como património da humanidade. “Esse momento foi o coroar de um projecto que ao longo de décadas mobilizou da sociedade Bracarense e que vem trazer à Cidade e ao Bom Jesus um reconhecimento importantíssimo que posiciona Braga no contexto dos grandes activos da Humanidade à escala global”, referiu o Autarca, sublinhando o “importante impacto desta classificação na projecção e visibilidade turística da Cidade de Braga”.
Este novo núcleo permite cumprir os compromissos com a UNESCO e as linhas estratégicas da gestão do Sacro Monte, como a conservação do património cultural, a qualificação da visita e o fomento de um programa cultural e turístico. A entrada e visita ao núcleo museológico tem o custo de um euro por pessoa.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo