País

País. Bombeiro com 55 anos morre em combate a incêndio da serra da Lousã

Um bombeiro da corporação de Miranda do Corvo morreu durante o combate a um incêndio na Serra da Lousã, disse à agência Lusa o presidente da Câmara da Lousã, Luís Antunes.
Outra fonte da autarquia deste concelho do distrito de Coimbra confirmou a morte de um bombeiro e que outro voluntário ficou ferido com queimaduras nas pernas durante o combate a um incêndio em Trevim, Lousã. Quatro outros bombeiros sofreram ferimentos, dois dos quais ligeiros, adiantou Luís Antunes, que não tem informação sobre a gravidade dos ferimentos dos dois outros bombeiros.

O incêndio, numa encosta da Serra da Lousã, junto a um acesso ao Trevim, no concelho da Lousã (distrito de Coimbra), terá sido provocado pela trovoada que se fez sentir ao final da tarde na região.As chamas deflagraram numa zona muito acidentada de terreno, perto do baloiço de Trevim, um dos pontos turísticos do concelho.

A outra fonte da autarquia confirmou à Lusa que o incêndio foi antecedido por uma forte trovoada seca, acompanhada por vento forte, que dificultou o trabalho de mais de 200 bombeiros de diversas corporações dos distritos de Leiria e Coimbra.

O fogo já está dominado.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo