Braga

Braga. PSP fiscaliza e multa nove pessoas a ingerir bebidas alcoólicas na via pública

(c) Direitos reservados

No âmbito do Resolução do Conselho de Ministros (RCM), n.º 53-A/2020, de 14 de julho, onde refere que compete às forças de segurança fiscalizar o cumprimento das normas estabelecidas, nomeadamente a limitação ou condicionamento de acesso, circulação ou permanência de pessoas em espaços frequentados pelo público, bem como dispersão de concentração de 20 pessoas e a proibição de consumo de bebidas alcoólicas na via pública, o Comando Distrital da Polícia de Segurança Pública de Braga, no âmbito das suas competências e de acordo com a sua proatividade operacional levou a cabo uma operação policial de fiscalização na Rua Andrade Corvo e na Rua dos Bombeiros Voluntários, em Braga, com vista ao cumprimento das normas em vigor.
Como resultado desta fiscalização foram levantados nove autos de contra-ordenação por incumprimento das regras de consumo de bebidas alcoólicas na via pública.

Apelo da PSP para cumprimento das regras

O Comando Distrital da PSP de Braga, apela a todos os cidadãos para que sigam as recomendações da Polícia. Assim, relembra algumas medidas que estão em vigor no regime contraordenacional onde são estabelecidas coimas para as seguintes situações:
A inobservância das regras de ocupação, permanência e distanciamento físico nos locais abertos ao público, definidas nas declarações das respetivas situações de alerta, contingência ou calamidade.
Não utilização de máscaras ou viseiras, para acesso ou permanência nos espaços e estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços;
Não utilização de máscaras ou viseiras, nos transportes coletivos de passageiros;
A realização de celebrações e de outros eventos que impliquem uma aglomeração de pessoas em número superior ao definido.
O incumprimento das regras de fornecimento e venda de bebidas alcoólicas estabelecidas nas declarações das respetivas situações de alerta, contingência ou calamidade.
O incumprimento das regras de fornecimento e venda de bebidas alcoólicas estabelecidas nas declarações das respetivas situações de alerta, contingência ou calamidade.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo