País

País. PSP não vê motivações racistas na morte de Bruno Candé Marques

(c) Direitos reservados

O actor de 39 anos pertencia à companhia de teatro Casa Conveniente. O crime ocorreu cerca das 13h00 de sábado em plena Avenida de Moscavide, Loures, O presumível homicida tem cerca de 80 anos e ficou em prisão preventiva. Família fala de “carácter premeditado e racista” do crime mas a Polícia de Segurança Pública (PSP) diz não ter, até ao momento, qualquer informação que comprove a acusação da família, avança o jornal Público.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo