Curiosidades

Infetados assintomáticos dos 20 aos 49 anos estão a impulsionar a pandemia

(c) Direitos reservados

A Organização Mundial de Saúde (OMS) indicou que a pandemia de Covid-19 está neste momento a ser impulsionada principalmente pelas pessoas assintomáticas, inconscientes de que estão infetadas pelo novo coronavírus e com entre 20 e 49 anos.

“A epidemia está a mudar”, avisou Takeshi Kasai, diretor da região do Pacífico Ocidental da OMS: “As pessoas nos 20, 30 e 40 anos estão cada vez mais a liderar a transmissão. Muitos não sabem que estão infetados. Isto aumenta o risco de passar aos mais vulneráveis“.

As declarações de Takeshi Kasai chegam numa altura em que começam a aumentar os novos casos de Covid-19 em países que pareciam ter a epidemia sob controlo. Segundo o especialista, isso “indica que entrámos numa nova fase da pandemia da Ásia-Pacífico“: “O que estamos a ver não é simplesmente um ressurgimento”, garante.

Neste momento, contabiliza-se um total de 22 milhões de casos de infeção pelo SARS-CoV-2 em todo o mundo, mais de 778 mil dos quais se revelaram fatais. Às 13h45 desta terça-feira contabilizavam-se ainda pouco menos de 6,5 casos ativos sinalizados de Covid-19.

A OMS notou ainda que “não devemos viver na esperança de alcançar a imunidade coletiva“. Em conferência de imprensa, também Michael Ryan, diretor de emergência sanitária, explicou que, “como população global, não estamos nem perto dos níveis de imunidade necessários para impedir a transmissão desta doença. Esta não é uma solução e não é uma solução que devemos procurar”.

Neste momento, estima-se que apenas 10% a 20% das pessoas têm anticorpos ao novo coronavírus. Bruce Aylward, conselheiro do diretor-geral da OMS, diz que é preciso muito mais de 50% para contar com a imunidade de grupo — provavelmente de 70%, dizem os últimos estudos.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo