Região

Beatas recolhidas na Praia de Apúlia vão ser doadas para transformar em tijolos

(c) Carlos Dobreira

As 4 225 beatas de cigarro recolhidas na Apúlia vão ser levadas à Assembleia Municipal de Esposende e doadas para transformação em estrutura construtiva (E-tijolo). No âmbito da ação de plogging “Deixe a Apúlia Limpa”, decorreram 9 sessões de plogging a 25 e 26 de Agosto e a 4, 5 e 6 de Setembro de 2020, respectivamente 5 sessões na Praia da Apúlia Norte e 4 sessões na Avenida Marginal Cedovém.

Na Praia da Apúlia Norte foram recolhidas 1 550 beatas e 460 litros de resíduos e lixo indiferenciado e na Avenida Marginal Cedovém foram recolhidas 2 675 beatas de cigarro e 90 litros de resíduos e lixo indiferenciado. No total, em 19h e 19m, foram recolhidas 4 225 beatas de cigarro e 550 litros de resíduos e lixo indiferenciado que foi devidamente separado.

Da recolha de resíduos e de lixo, para além das beatas de cigarro, destaque para um agrafador, mas também máscaras enroladas nas algas, borracha sintética, alternador, doseador de gel, bóias de embarcações, calçado, palhinhas, serras para corte de metal, palitos, embalagens de gelados, fitas de tecido e de plástico, latas de bebidas energéticas, garrafas de vidro e de plástico, lenços de papel, tampas e caricas, maquinaria naval, cordas, rolhas, embalagens de ovos, embalagens de gelados, bandoletes, sacos com dejetos de animais, capas de telemóvel, garrafas de champanhe e de vinho, embalagens de lixívia e de óleo e até partes de baldes de tinta.

Nas 14 sessões realizadas desde 4 de setembro de 2019 na Apúlia já foram recolhidas 6 173 beatas de cigarro e 870 litros de lixo em 26 horas e 41 minutos.

As 4 225 beatas de cigarro serão levadas à próxima sessão da Assembleia Municipal de Esposende, onde farei uma intervenção, sendo posteriormente doadas ao Laboratório da Paisagem, em Guimarães, para transformação em estrutura construtiva (E-tijolo).

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo