Saúde

Covid-19. Sobe para 18 o número de mortes nos lares da Misericórdia de Bragança

(c) Direitos reservados

A Santa Casa da Misericórdia de Bragança revelou hoje que morreram mais sete idosos infetados com o novo coronavírus, elevando para 18 o número de óbitos no surto que afeta os três lares da instituição.

Em comunicado, a instituição indica que, desde a última atualização, na quinta-feira, há “a lamentar o óbito de sete utentes”, cinco homens e duas mulheres com uma média de idades de 90 anos.

“Apesar de testarem positivo à covid-19, todos tinham comorbidades associadas à idade”, refere.

A Misericórdia informa ainda que outros “quatro utentes estão a receber cuidados hospitalares”, todos homens.

A instituição dá conta de que “não há a registar novos casos positivos, quer em utentes, quer em colaboradores” e que há quatro casos de recuperação da infeção entre os colaboradores.

A Santa Casa da Misericórdia de Bragança regista 18 mortes e um total de cerca de 140 infetados entre os 170 utentes dos três, a que se juntam mais de 40 funcionários que testaram também positivo.

A instituição informou hoje que “durante esta semana será efetuado novo ciclo de testes a todos os utentes” dos lares.

Este surto é o maior, desde o início da pandemia, no distrito de Bragança, que contabiliza mais de 1.100 casos de infeção, e 51 mortes associadas à covid-19, 18 das quais nos lares da Misericórdia de Bragança.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo