Braga

Conferência no INL de Braga sobre hidrogénio com especialistas internacionais

(c) Direitos reservados

A pressão para encontrar alternativas viáveis ​​e acessíveis aos combustíveis fósseis nunca foi tão intensa.
A pandemia acelerou uma tendência de mudança na sociedade que exige ação pela natureza em contraste com os danos provocados pelas gerações anteriores. A conferência digital INL Hydrogen Summit 2020, dias 28 e 29 de outubro, convida a discutir de que forma o hidrogénio vai tornar-se parte da solução, rumo à neutralidade carbónica da Europa até 2050, meta oficialmente estabelecida pela União Europeia.

O primeiro passo é a vontade política. Na sessão de abertura, o INL juntou Hélène Chraye, Diretora da Unidade de Transição para a Energia Limpa, da Comissão Europeia, João Galamba, Secretário de Estado da Energia, e o Ministro da Ciência, Manuel Heitor, para anunciar os planos oficiais sobre a estratégia para o hidrogénio a nível nacional e europeu.

Conferência junta especialistas internacionais

Na primeira sessão, dia 28 de outubro, o debate vai reunir especialistas europeus na geração e aplicações do hidrogénio, nomeadamente na mobilidade e nos transportes, que continuam a ser uma das principais fontes de poluição atmosférica na Europa.

Para encerrar o primeiro dia do evento, o INL convidou representantes da Indústria a compartilharem suas opiniões sobre a viabilidade da adoção do hidrogénio como alternativa limpa às atuais fontes de energia com base em combustíveis fósseis, numa sessão que vai ser retomada na manhã do dia 29 de outubro, com um novo conjunto de palestrantes convidados.

O papel das estratégias dos Estados-membros para a estratégia europeia global vai ser o tema da sessão II, relativa à Rede Europeia de Hidrogénio, um painel que inclui também a perspetiva de uma multinacional do setor automóvel sobre a necessidade de ter uma rede de reabastecimento funcional, semelhante à existente para gasolina e diesel.

Para encerrar a Hydrogen Summit 2020, vai ser debatido o papel de organizações de investigação científica como o INL na criação de soluções para a geração e aplicação do chamado hidrogénio verde na sociedade e como este elemento essencial à vida vai contribuir para mudar a forma como os mais variados setores desenvolvem as respetivas atividades.

A participação na INL Hydrogen Summit é livre e sujeita a inscrição, que pode ser feita através doaqui.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo