Vila Verde

Vila Verde apresenta estudo para Plano Municipal de Trilhos no concelho

(c) Município de Vila Verde

A Câmara Municipal apresentou hoje um estudo que sustenta a concretização de um Plano Municipal de Trilhos destinado a explorar e valorizar as potencialidades naturais e turísticas do território concelhio.

CRIAÇÃO E VALORIZAÇÃO DE REDES ECOLÓGICAS URBANO-RURAIS CENTRADAS NAS LINHAS DE ÁGUA

Este Plano, considera que, dadas as caraterísticas do território concelhio, a maior oportunidade reside na criação e valorização de redes ecológicas urbano-rurais centradas nas linhas de água, também designadas infraestruturas verdes.
Em matéria de intervenção, no terreno, preconiza-se a implementação de corredores pedonais e/ou cicláveis e a integração destas infraestruturas verdes com os percursos pedonais de montanha já existentes, assim como com itinerários equestres, de BTT e enduro, com o objetivo de criar uma rede integrada, devidamente enquadrada e, assim, ajustada à realidade do território concelhio.

POTENCIAR A VALORIZAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DO ESPAÇO RURAL

Vila Verde, com este Plano Municipal de Trilhos, irá promover uma maior equidade territorial, construindo e requalificando acessibilidades em sede de excelência ambiental e contexto turístico, no sentido de inverter a tendência para o isolamento das zonas rurais mais periféricas e de promover o tão necessário rejuvenescimento da população.

Este Plano integrado vai potenciar a valorização e qualificação do espaço rural, conciliando a reabilitação de caminhos antigos de floresta, de montanha e das proximidades das zonas ribeirinhas com corredores mais urbanos, nomeadamente ciclovias e passadiços.

MOBILIDADE PEDONAL, CICLÁVEL E EQUESTRE

A aposta na mobilidade pedonal, ciclável e equestre vai ganhar uma dinâmica e uma dimensão dignas de registo, criando pontos de enlace entre freguesias, locais e património edificado de relevante interesse para os visitantes e turistas, afirmando-se como um importante catalisador de zonas do território concelhio a braços com uma crescente desertificação.
A elevada qualidade da água dos rios e ribeiras que atravessam o território concelhio e a beleza ímpar das zonas ribeirinhas do Cávado, Homem, Vade, Neiva, Cabra e Tojal, por exemplo, assim como das paisagens de montanha, abrem excelentes perspetivas de sucesso deste plano de investimento na criação de infraestruturas promotoras da mobilidade sustentável em Vil Verde.
Entre as principais intervenções a realizar pontuam a rede de trilhos ribeirinhos (rios Neiva e Vade e ribeiras da Cabra, Tojal, Febros, Poriço), o trilho de Enduro, as rotas BTT, o trilho equestre D. João de Aboim e trilhos pedestres de montanha.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo