Braga

UMinho é primeira escola médica do país a testar ecógrafos com inteligência artificial

(c) Direitos reservados

Os ecógrafos KOSMOS são utilizados em ultrassonografia Point of Care na Escola de Medicina, ajudando os estudantes a otimizarem a sua aprendizagem. Estes aparelhos, que possuem algoritmos de inteligência artificial, vão ser usados no Mestrado Integrado em Medicina. Os ecógrafos facilitam o ensino de competências em ultrassonografia Point of Care (utilização de ecografia à cabeceira do doente para diagnóstico de problemas) na Escola de Medicina, através da implementação de algoritmos que facilitam o reconhecimento de estruturas anatómicas observadas em tempo real e ajudam a corrigir o posicionamento da sonda através da sinalização do aparelho.

Além de ajudar a atingir o posicionamento correto, os dez KOSMOS presentes na Escola de Medicina permitem fazer cálculos para o cálculo automático da função cardíaca. O primeiro curso com estes novos aparelhos já está em curso, terminando esta sexta-feira.

Os aparelhos ficarão na Universidade do Minho por dois anos e destinam-se a pesquisas na área de ensino de Ultrassonografia Point of Care. O acordo entre a universidade e a empresa norte-americana Echonous permite que a Escola de Medicina seja a primeira escola médica do país a ter estes ecógrafos.

Os aparelhos serão usados no Mestrado Integrado em Medicina para impulsionar a implementação da ecografia à cabeceira do doente na formação médica.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo