Braga

Hospital de Braga acusado de dispensar enfermeiros em plena segunda vaga da pandemia

(c) Direitos reservados

Administração enviou cartas de rescisão aos enfermeiros que terminam segundo contrato de quatro meses. Citada pelo Expresso, a Ordem dos Enfermeiros alertou esta sexta-feira para o despedimento de profissionais de enfermagem, cujo contrato terminaria no fim do mês, no Hospital de Braga. A situação, que a presidente da Ordem considera “uma palhaçada” foi denunciada por enfermeiros que começaram a receber cartas de rescisão, após terem cumprido dois contratos de quatro meses de trabalho a prazo.

“É uma situação inadmissível, incompreensível e irresponsável, face ao momento que atravessamos”, refere em comunicado a Ordem dos Enfermeiros, que sublinha que esta situação demonstra, uma vez mais, a forma como os enfermeiros “são tratados em Portugal”, acusando a administração de, “para poupar tostões”, andar “a brincar ao combate à pandemia, colocando em risco a vida dos doentes”, avança a mesma fonte citando a ordem dos enfermeiros.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo