País

Mário Gonçalves: “Uma das entrevistas mais vergonhosas que já vi na televisão”

(c) Mário Gonçalves

Mário Gonçalves escreveu carta a Miguel Sousa Tavares depois da entrevista a André Ventura candidato às presidenciais em Portugal.

Carta na íntegra:

Caro Miguel Sousa Tavares,

“A vergonha ou a falta dela a juntar à sua arrogância e prepotência são de todo uma imagem daquilo em que se tornou o jornalixo deste País. A entrevista que “conduziu” ontem a um candidato à Presidência da República, André Ventura, foi das mais vergonhosas que já vi nos últimos tempos.
Em boa hora, André Ventura arrumou consigo a um canto, mas mesmo assim foi de uma falta de nível e respeito tremendo todo o ataque ali exposto a uma pessoa que pensava que iria ser entrevistado sobre a sua candidatura à Presidência e não de forma alguma ser convidado por um canal (TVI) que tentou mandá-lo abaixo e ganhar audiências.
São tristes. Acabaram por ganhar audiências mas estão a ser enxovalhados a torto e a direito pelos Portugueses, Portugueses esses meu caro Miguel, que lhe pagam o seu ordenado chorudo na TVI para manter a sua arrogância ao mais alto nível, um nível simplesmente vergonhoso que devia envergonhar toda uma classe jornalística.
Quero ver como será a entrevista aos outros candidatos presidenciais, quero ver se vai seguir o mesmo caminho que seguiu com André Ventura. Claro que não. Não pode. Tem as rédeas curtas e depois quem é que dá subsídios chorudos para a imprensa? Depois quem é que lhe paga o ordenado milionário?
Eu tinha vergonha, muito sinceramente. Não se trata de ser de esquerda ou direita, não se trata de ter esta ou aquela ideologia, trata-se sim da forma como “conduziu” uma entrevista deplorável com ataques constantes a um candidato que nada tem feito nos últimos anos a não ser chamar os bois pelos nomes e a voz de milhares de Portugueses descontentes.
Chamem facho ao rapaz e a todos aqueles que estão fartos de ser ostracizados ao longo dos anos pelos mesmos do costume, mas uma coisa é certa, se ser fascista é estar do lado da razão e chamar os bois pelos nomes a toda uma classe política corrupta que tem levado os Portugueses à miséria e a pagar impostos elevadíssimos para sustentar parasitas e corruptos que não querem trabalhar, então somos todos fascistas com muito orgulho.
Miguel, faça um favor a si próprio, enfie-se em casa de quarentena e saia de lá quando ganhar dois dedos de testa e um pouco de noção, por outras palavras? Desapareça e não envergonhe mais o jornalismo Português, que verdade seja dita, está uma miséria. Tenho dito!”

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo