Amares

Amares. António Variações, condecorado a título póstumo pelo presidente da República

(C) Presidência da República

O Presidente da República condecorou, esta terça-feira, no Palácio de Belém, o compositor e intérprete amarense, António Variações, a título póstumo, com o grau de Comendador da Ordem do Infante D. Henrique. Uma condecoração que enche de orgulho o Município de Amares, que reconhece no cantor “um embaixador da cultura e identidade local”.
“António Variações foi um artista impar, criativo, visionário, com um rasgo de personalidade ousado e cujo legado musical e cultural, perpassa várias gerações, continuando a influenciar e a inspirar a criação de novos artistas”, sublinha o Presidente da Câmara de Amares, Manuel Moreira, manifestando o seu contentamento com esta condecoração que deve, no seu entender, “orgulhar todos os amarenses”.
“O Município de Amares, através Pelouro da Cultura, congratula-se com este reconhecimento “mais do que merecido” a António Variações e que, no fundo, vem de encontro àquilo é entendimento deste executivo que, o ano passado, reconheceu o mérito do artista através da entrega, à família, da Medalha de Mérito Municipal Grau de Ouro, a medalha de maior grau que pode ser entregue pela Autarquia”, lembra o Vice-Presidente e Vereador da Cultura, Isidro Araújo.
As insígnias de homenagem foram entregues por Marcelo Rebelo de Sousa a Jaime Ribeiro, um dos irmãos do cantor, natural de Fiscal, barbeiro de profissão e artista de vocação, que morreu aos 39 anos em junho de 1984.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo