Vila Verde

Câmara de Vila Verde vai gastar 851 mil euros na compra de edifício ex-IEMinho. “E apoios?”

(c) Direitos reservados

A Câmara Municipal de Vila Verde irá analisar e votar, na reunião do Executivo de 19 de novembro, uma proposta para a aquisição de todo o património do ex-IEMinho, no valor de 851.500,00€. Este património, cuja descrição corresponde a um prédio urbano, composto por parcela de terreno, e o edifício que ali se encontra edificado, assim como o recheio do mesmo, situado junto à Variante à EN101, na freguesia de Soutelo, no concelho de Vila Verde, foi avaliado em mais de 1 milhão e 500 mil euros e esteve à venda em leilão online.

Este processo de venda decorreu entre 4 de agosto e 1 de outubro de 2019, com um valor base de 1 557 411,77€ e um valor mínimo de 1 323 800,00€, não tendo sido apresentadas propostas dentro destes montantes, razão pela qual teve início o processo de venda por negociação particular.

A proposta de aquisição do imóvel, por parte da Câmara Municipal de Vila Verde, pelo valor 851.500,00€, visa permitir a reestruturação e a revitalização daquela infraestrutura.

E apoios?

Vila-verdendeses assistem incrédulos a mais uma intenção de compra por parte da Câmara Municipal de Vila Verde por valores exorbitantes em tempo de pandemia ao invés de investir em ajudar para empresas e famílias em tempo difícil de pandemia.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo