País

TAP está a recrutar colaboradores e oferece salários acima da média

(c) Direitos reservados

A expansão na rede de destinos intercontinentais por parte da TAP tem sido constrangida pela falta de espaço do Aeroporto da Portela em Lisboa combinado com a falta de uma adequada frota de longo curso e de nenhuma recente recapitalização da empresa (a última ocorreu há mais de 10 anos pelo governo português, apresentando atualmente mais de 400 milhões de euros de capitais negativos), devido a regras da União Europeia. Com o governo português e o antigo CEO da empresa, Fernando Pinto, a proporem uma urgente privatização da empresa, pode originar-se um aumento da frota da empresa e assim impulsionar as rentáveis operações de longo curso da mesma, assim como iniciar novas rotas. Em 2018, foi anunciado pelo Governo português um plano de expansão da capacidade aeroportuária de Lisboa. Se gostavas de te candidatar, faz já a tua candidatura na página de recrutamento aqui.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo