País

Congresso do PCP é uma “falta de respeito e vergonha” acusa o CDS

(c) Direitos reservados

O presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, afirmou hoje que o congresso do PCP é “uma falta de respeito e vergonha” pelo momento que o país atravessa e que devia “fazer corar de apreensão” o Governo.

“Autorizar uma concentração de 600 pessoas ao abrigo de uma atividade política não urgente, é uma falta de respeito e de vergonha que devia fazer corar de apreensão este Governo que vai minando a confiança dos portugueses em António Costa”, salientou Francisco Rodrigues dos Santos.

O PCP iniciou hoje, em Loures, o seu XXI Congresso Nacional com metade dos delegados habituais. No total, serão cerca de 600 os congressistas – contra os 1.200 de 2016 – numa reunião que deverá confirmar a continuação de Jerónimo de Sousa como secretário-geral.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo