País

Mulher morta pelo companheiro após 14 queixas de agressão que “foram ignoradas”

(c) Direitos reservados

Uma mulher de 61 anos, professora, foi brutalmente assassinada pelo companheiro a 8 de janeiro de 2016, após 14 queixas de agressões, avança a TVI24. Mas só uma foi considerada crime de violência doméstica, resultando em condenação, três meses após a sua morte.

Foi o neto, então com 13 anos, que, naquela tarde, tentou salvar a avó, fugindo de casa pela janela do seu quarto para pedir ajuda num café, sem saber que seria um pedido já em vão, como foram tantos outros nos últimos dez anos.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo