Vila Verde

“De escândalo em escândalo, Vila Verde ao invés de crescer, engorda”, acusa o PS

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

O Partido Socialista de Vila Verde em comunicado teceu críticas ao executivo PSD.

Leia na íntegra o comunicado:

“Vila Verde voltou hoje às paragonas dos jornais, e mais uma vez, por suspeita da prática de crimes dos seus eleitos locais, o que motivou a visita de dezenas de inspetores da Polícia Judiciária e dois Magistrados do Ministério Público para realização de buscas na Câmara Municipal e na sede das empresas de 5 Presidentes de Junta por via de negócios das sociedades destes com o Município.

Neste momento não podemos cair na tentação fácil do apedrejamento nem esquecer o princípio da presunção da inocência de todos envolvidos, nem sequer com isto fazer julgamentos antecipados ou em generalizações contaminando a imagem da grande maioria dos Presidentes da Junta e autarcas que se dedicam de modo sério e abnegado às suas populações e territórios.
Todavia, não podemos deixar de refletir sobre a questão política que está subjacente a tudo isto.

Como sabemos o executivo do PSD, que governa Vila Verde há 24 anos, desenvolveu um modelo de governação alicerçado no cacique e numa luta pela sobrevivência do poder e, para o afeito, não se coíbe de negligenciar o interesse municipal para acautelar os interesses dos amigos para quem, na verdade, se governa.

Algumas das nossas freguesias – felizmente ainda uma minoria – foram capturadas nesta teia de interesses quando o executivo municipal percebeu que é mais fácil e eficaz para a sua sobrevivência “apoiar” o Presidente da Junta em vez de investir na própria freguesia. Situação que por ser tão velha e sua prática tão reiterada se tornou na nossa terra um hábito e até motivo de gozo.

Assim, de escândalo em escândalo (Proviver, IEMINHO, EAPTV, muitos ajustes diretos etc), Vila Verde ao invés de crescer, engorda… e muito.

Precisamos, por isso, de alagar o nosso horizonte político muito para lá do umbigo, da vaidade e dos interesses das personalidades que dominam o nosso concelho há décadas.

Precisamos urgentemente de centrar a nossa atenção inteira nos verdadeiros interesses de Vila Verde, da sua população e território, através de uma governação que se paute pela seriedade e transparência, com a coragem de conviver com a verdade e democracia”.

Comentários

topo