Póvoa de Lanhoso

Dois detidos em flagrante pela GNR por caça ilegal em Póvoa de Lanhoso

(c) GNR
Partilhe esta notícia!

O Comando Territorial de Braga, através do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Póvoa de Lanhoso, dia 03 de dezembro, deteve em flagrante dois homens de 72 e 80 anos pelo crime do exercício de caça em terrenos não permitidos na localidade de Moure, no concelho de Póvoa de Lanhoso.
No decorrer de uma ação de fiscalização ao exercício do ato venatório para prevenção, deteção e repressão de situações ilícitas, os militares da Guarda detiveram os suspeitos que se encontravam a caçar em terreno não cinegético, ou seja, terreno onde não é permitida a caça, nomeadamente por exercer o ato venatório a menos de 250 metros de residências.
Desta ação resultou a apreensão do seguinte material:
– Duas espingardas de caça;
– Seis cartuchos de calibre 12.
Os detidos foram constituídos arguidos, e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Póvoa de Lanhoso.

Comentários

topo