Braga

Braga. Confraria do Bom Jesus e Bernardo Reis distinguidos com galardão “A Nossa Terra”

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

Em ano atípico, a Organização dos Galardões “A Nossa Terra” decidiu substituir a tradicional Gala anual, por uma cerimónia restrita, contida e minimalista que contou apenas com a presença dos vinte e um galardoados da XXIII Edição e os convidados para a entrega dos respetivos galardões, no espaço de (quase) sempre – o grande auditório do Altice Fórum Braga -, desta vez com perto de cinquenta pessoas a ocuparem os cerca de mil lugares disponíveis e seguindo todas as indicações e cuidados recomendados pela DGS.

Em nome da Organização, José Ferreira, dirigiu-se aos presentes, recordando os objetivos que norteiam a iniciativa, e que são “o reconhecimento público ao mérito de cidadãos e entidades, que pela sua forma de estar e ser, contribuem para a valorização e projeção do bom nome do concelho de Braga” e mais disse ao especificar que para que isso suceda, “é muito importante a existência de um extenso júri, que contribua para alcançar a abrangência e isenção desejadas desde a primeira hora”. Enalteceu ainda “a imensa parceria que torna este evento de Braga e para Braga, que começa na Comissão de Honra, com a Presidência da República, o Ministério da Cultura e as principais forças vivas da cidade e vai até aos inúmeros mecenas e parceiros”. Reforçou que “nós como organização, somos apenas a ponta do vértice, que permite colocar de pé o evento com a dignidade e brilho que os homenageados merecem”. Concluiu desejando que “todos e cada um consigam superar esta pandemia e continuar a dar de si em prol da comunidade, de mãos dadas e braços abertos.”

Em relação aos premiados, merecem destaque, a Confraria do Bom Jesus do Monte que viu o seu meritório trabalho reconhecido com o galardão Entidade, o mesmo se passando com Bernardo Reis, Galardão Personalidade e o Padre João Aguiar Campos com o Galardão Carreira, em três dos momentos mais relevantes da cerimónia.

Entre os restantes premiados, distinguidos por um júri composto por centenas de individualidades e instituições, figuram galardoados igualmente relevantes, pelo que dão de si em prol do todo: Ana Cris (Juventude); Luís Gonzaga Dinis (Altruísmo); Ana Gomes (Música); José Miguel Braga (Artes e Cultura); João Paulo Vieira (Associativismo); Tamila Holub (Desporto); Carvalho Araújo (Ciências e Educação); Constantino Gonçalves (Saudade); Pires Joalheiros (Empresa Setor Comércio/Serviços); Perfilnorte (Empresa Setor Industrial); Restaurante Migaitas (Empresa Setor Restauração/Pastelaria/Hotelaria); Associação Guias de Portugal (Associação Cultural e Recreativa); Academia de Patinagem de Braga (Associação Desportiva); Escola EB 2,3 de Real (Entidade Área de Ensino); Braga Barroca (Evento); Patronato São Pedro de Maximinos (Instituição de Solidariedade Social); Figueiredo (Junta de Freguesia); CPCJ – Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (Organismo de Serviço Público).

Para a entrega dos vários prémios estiveram presentes algumas das personalidades da vida pública bracarense como, Hortense Santos (Presidente da Assembleia Municipal), D. Jorge Ortiga (Arcebispo Primaz de Braga), Sameiro Araújo (Vice-Presidente da Câmara Municipal de Braga), Altino Bessa (vereador da Câmara Municipal de Braga), Domingos Macedo Barbosa (Presidente da Associação Comercial de Braga), José Miguel Freire (Comandante do Regimento de Cavalaria de Braga), Rui Morais (AGERE), Orlando Oliveira (EDP Distribuição), entre outros. Este momento contou, ainda, com a presença de José Correia administrador da JC Group, reconhecida e bem-sucedida empresa bracarense, que pelo terceiro ano consecutivo foi o patrocinador oficial do evento.

Uma singela homenagem, muito diferente da tradicional noite de gala, mas ainda assim com a tónica de sempre, homenagear e dizer obrigado a Braga, como forma de agradecimento a todos (galardoados, nomeados e sugeridos) pelo que de bom continuadamente fazem em prol do todo, verdadeiros exemplos de superação e resiliência, que contribuem para a afirmação e engrandecimento de Braga.

Comentários

topo