País

“Este homem não é preto nem branco nem amarelo, é um assassino”, João Tilly

(c) Redes Sociais
Partilhe esta notícia!

João Tilly, conhecido comentador das redes sociais em Portugal, foi imponente na forma como tratou o assunto do atropelamento do PSP que morreu a defender uma mulher de violência doméstica. “Este homem não é preto nem branco nem amarelo. Nem polícia nem ladrão. É um assassino. Ponto final. Portugal não é racista. O Bloco da Canhota e o Mamado é que precisam do racismo para sobreviver. Portugal não”.
O tema racismo está na ordem do dia, mas neste caso, João Tilly refere que está afastado qualquer cenário de racismo.

Comentários

topo