País

Por ser candidato, Marcelo decidiu não fazer a tradicional mensagem de Ano Novo

(c) LUSA
Partilhe esta notícia!

Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, anunciou hoje que decidiu não dirigir aos portugueses a tradicional mensagem de Ano Novo, por participar nos dias seguintes em debates como candidato presidencial.

Esta decisão foi anunciada através de uma nota publicada no portal da Presidência da República na Internet.

“Em 2021 as eleições estão previstas para 24 de janeiro, pelo que o dia 01 é bem antes do início da campanha eleitoral a 10 de janeiro. No entanto, o Presidente da República decidiu não dirigir a tradicional mensagem de Ano Novo aos portugueses, pois participa, na qualidade de candidato às eleições presidenciais, em debates com outros candidatos nos dias imediatos”, lê-se na nota.

Nesta nota, refere-se que “a mensagem de Ano Novo do Presidente da República, no primeiro dia do ano, é uma tradição de muitas décadas, praticamente desde que há televisão em Portugal”.

“Depois do 25 de abril, todos os cinco Presidentes da República eleitos depois da Constituição de 1976 dirigiram tais mensagens aos portugueses, com duas exceções, a dos presidentes da República Mário Soares e Jorge Sampaio, que não o fizeram respetivamente a 01 de janeiro de 1991 e a 1 de janeiro de 2001, pois se estava em pleno período de campanha eleitoral”, assinala-se.

Marcelo Rebelo de Sousa anunciou a sua recandidatura ao cargo de Presidente da República no dia 07 de dezembro.

Comentários

topo