Ciência

800 anos depois, “estrela mais brilhante” voltou a ser visível em todo o mundo. Viu?

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

21 de dezembro foi o dia em que a estrela esteve mais forte e mais brilhante do que nunca. Este fenómeno não podia acontecer numa altura mais simbólica do que o Natal. Esta estrela foi visível em qualquer lugar da Terra durante uma hora após o pôr-do-sol. Por isso, os melhores fotógrafos disfrutaram da luz desta estrela. Num ano difícil como 2020, a Natureza brinda-nos com este fenómeno que nos permitirá entrar no novo ano com luz e esperança.
Em termos astronómicos, na junção de Júpiter e Saturno, que vão formar um único ponto brilhante, refletindo a luz do Sol.

Comentários

topo