Terras de Bouro

PAN Braga questiona Câmara de Terras do Bouro sobre intervenção no rio Gerês

(c) PAN Braga
Partilhe esta notícia!

Em causa está a instalação de duas plataformas metálicas sobre o rio Gerês que segundo denúncias recebidas pelo PAN contrariam as orientações europeias em matéria ambiental. Apesar do impacto esperado na biodiversidade poder vir a revelar-se reduzido, o impacto paisagístico é elevado. Acrescem preocupações sobre uma possível obstrução do rio, devido à acumulação de resíduos, aumentando assim o risco de cheias.

Após ter reunido com a Associação Portuguesa para a Conservação da Biodiversidade (FAPAS) a distrital do PAN questionou o executivo sobre a avaliação do impacto ambiental do projeto e se foi considerado o impacto num cenário de cheias.

Ao que o PAN apurou, a autarquia pretende ainda construir um açude junto a cada plataforma, o que pode interferir com o caudal natural do rio e com a biodiversidade local.

“Este é mais um exemplo de má gestão do património natural, que se quer o mais inalterado possível” afirma Rafael Pinto, porta-voz distrital. Acrescentando, “a justificação de que as plataformas servem para ver o rio não nos parece satisfatória já que a visibilidade do rio nunca esteve em causa, pelo contrário, as plataformas prejudicam a paisagem natural.”

Comentários

topo