Braga

Grupo Bernardo da Costa de Braga fixa salário mínimo nos 800 euros

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

O grupo bracarense Bernardo da Costa, que emprega 194 pessoas, das quais 86 em Portugal, tornou-se conhecido dos portugueses por oferecer aos seus trabalhadores a laborar em território nacional férias, durante uma semana, em destinos paradisíacos, avança a CMTV, complementando que o grupo fixou em 800 euros o salário mínimo na empresa.

Entretanto criou um departamento da felicidade, que tem vindo a “mimar” o seu pessoal com uma série de outros benefícios, como seguro de saúde, dia de aniversário, uma sala de diversões e dias temáticos.

Comentários

topo