País

Doente espera mais de uma hora e morre à porta do hospital dentro de ambulância

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

Um homem de 87 anos morreu ontem à porta do hospital de Torres Vedras sem assistência médica, com o hospital no limite por causa da pandemia, o doente teve de voltar para a ambulância e esperar, mas pouco tempo depois o estado de saúde começou a agravar-se e os bombeiros ainda tentaram encaminhar o doente para outro hospital, mas não foram autorizados pelo Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU), avança a SIC Notícias.

Uma hora e 20 minutos depois, dentro da ambulância, o homem de 87 anos entrou em paragem cardiorrespiratória e acabou por morrer, revela a mesma fonte.

Veja a reportagem

Comentários

topo