Saúde

“O cancro mata mais do que a Covid-19”, alerta Sociedade Portuguesa de Oncologia

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

O número de diagnósticos de cancro diminuiu entre 60 a 80% durante o ano de 2020, devido à pandemia de covid-19. Este ano, a Sociedade Portuguesa de Oncologia (SPO) quer inverter a situação e, para isso, lançou a campanha “O Cancro não Espera em Casa”, que tem como objetivo incentivar a população a realizar os exames de rotina e os rastreios.

Ana Raimundo, presidente da SPO, explicou à Edição da Manhã da SIC Notícias que a diminuição de diagnósticos estão relacionados com a “redução da procura, por parte dos doentes, de cuidados médicos por receio de contrair a infeção de covid-19″ e com a “capacidade diminuída de resposta do sistema de saúde”. Este atraso nos diagnósticos poderá ter impacto no futuro.

Veja a reportagem

Comentários

topo