Terras de Bouro

Cidadão denuncia “cartazes poluentes a deteriorar árvores” em Terras de Bouro

(c) Carlos Dobreira
Partilhe esta notícia!

O ativista Carlos Dobreira através de comunicado informou que fez chegar à Comissão Nacional de Eleições, uma situação que segundo o mesmo “não é responsável”, em relação à candidatura de João Ferreira do PCP. “Na semana passada fui surpreendido com a afixação de cartazes em armários de distribuição na Rua Domingos Maria da Silva e na Avenida Artur Adriano Arantes, assim como a afixação de placard numa das principais rotundas no centro da Vila de Terras de Bouro.

“Atos desrespeitadores”

“Considero estes atos desrespeitadores das cidadãs e dos cidadãos de Terras de Bouro dado que os cartazes foram colocados abusivamente nos armários mencionados e o placard de maior dimensão foi colocado junto a uma árvore e numa rotunda com um monumento evocativo da carta de foral atribuída às Terras de Bouro, em 1514”, escreve Carlos Dobreira.

“Gastos supérfluos em tempo de crise”

“Questiono-me até sobre os ensinamentos que podem ser retirados destes actos protagonizados pela candidatura referida em epígrafe, nomeadamente, relativos ao primado do cumprimento da legislação em vigor, à utilização de papel numa época de mudança de mentalidades face às alterações climáticas, aos gastos supérfluos em tempos de crise económica e de pandemia e ao desrespeito pelas árvores”.

Comentários

topo