País

André Ventura no rescaldo das eleições: “extrema-esquerda foi “esmagada”

(c) LUSA
Partilhe esta notícia!

André Ventura, candidato presidencial e presidente do CHEGA, fez história ao conquistar o terceiro lugar nas eleições presidenciais, depois de resultados históricos nos Açores com a eleição de deputados regionais na primeira participação em eleições em Portugal. A política de esquerda é a grande derrotada da noite com os candidatos de esquerda, principalmente no PCP e Bloco de Esquerda a ficarem aquém do expectável.

Ventura cumpre promessa e “vai dar a palavra aos militantes sobre o futuro do Chega”

“Nós somos firmes naquilo que defendemos. Ficámos aquém dos 15% que eu deveria ter, com algumas décimas de diferença da candidata que representa o que Portugal de pior tem, a esquerda mais medíocre e colada às minorias e àqueles que têm destruído Portugal. Não fugirei à minha palavra. Devolverei a palavra aos militantes do Chega”, disse André Ventura no seu discurso no rescaldo das eleições presidenciais.

“Força avassaladora e extrema-esquerda esmagada”, segundo André Ventura

O candidato apoiado pelo Chega falou numa “noite histórica” que conseguiu “criar uma avassaladora força antissistema” e que a extrema-esquerda em Portugal foi “esmagada”.

Comentários

topo