Vila Verde

Vila Verde. ‘Fevereiro, Mês do Romance’ adiado devido ao agravamento da pandemia

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

O Município de Vila Verde através de comunicado veio a público informar que a edição de 2021 da programação ‘Fevereiro, Mês do Romance’, foi adiada por tempo indeterminado face ao preocupante agravamento da pandemia de Covid-19 em Portugal e no concelho de Vila Verde que nos últimos dias tem conhecido contornos de crescimento preocupantes.

Programação não foi cancelada, apenas adiada à espera do aval da Direção-Geral da Saúde

Apesar de prevista uma programação de carácter minimalista, onde estavam excluídas atividades que envolvessem público ou promovessem qualquer tipo de ajuntamento, o Município de Vila Verde decidiu, perante o contexto atual, proceder ao seu adiamento. Uma eventual nova data será definida e anunciada, assim que a Direção-Geral da Saúde determinar que estão reunidas todas as condições de segurança para o efeito.

Vila Verde bate novo máximo de casos ativos de Covid-19

Vila Verde está a viver um dos piores momentos desde o início da pandemia no que diz respeito ao número de casos ativos de Covid-19. Segundo o O Vilaverdense, citando fonte da Autoridade de Saúde Local, no dia de hoje estão registados 662 casos ativos de Covid-19 no concelho de Vila Verde o que representa um aumento de 158 casos desde a última atualização feita no dia 18 de janeiro.

Concelho de Vila Verde no nível de “Risco Extremamente Elevado” à Covid-19

O concelho de Vila Verde está assim sujeito às medidas mais apertadas do novo estado de emergência desde as 00h00 do dia 15 de janeiro. Vila Verde está então em dever geral de recolhimento domiciliário, exceto para um conjunto de deslocações autorizadas, nomeadamente: aquisição de bens e serviços essenciais, desempenho de atividades profissionais quando não haja lugar a teletrabalho, o cumprimento de partilha de responsabilidades parentais entre outras.

Comentários

topo