País

Jesuítas criam linha de apoio gratuita para quem se sente sozinho e desanimado

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

O “Ponto de Escuta” é um espaço de escuta para pessoas que se sintam sozinhas, desorientadas, desanimadas e a precisar de ser ouvidas, do Sistema de Proteção e Cuidado de Menores e Adultos Vulneráveis (SPC) da Província Portuguesa da Companhia de Jesus (PPCJ) O serviço é gratuito, confidencial, prestado por voluntários e acontece à distância. A iniciativa surge da consciência de que este tempo de pandemia está a causar muito sofrimento e angústia aos portugueses, sendo de esperar um agravamento deste mau estar com o período de confinamento.

Serviço de apoio à comunidade

Ana Sofia Marques, coordenadora provincial do Sistema de Proteção e Cuidado de Menores e Adultos Vulneráveis (SPC) da Província Portuguesa da Companhia de Jesus (PPCJ), sublinha ainda que, “numa altura em que grande parte das Obras da PPCJ se fecharam neste esforço nacional de combate à pandemia, os menores e adultos vulneráveis que servem continuam a precisar de um olhar atento e protetor por quem os recebia e conseguia ler no seu rosto se tudo estava (ou não) bem.” Paralelamente, entendeu-se que seria importante lançar um serviço de apoio à comunidade.

Apoio presencial também é possível

Não sendo um espaço de apoio espiritual, também será possível agendar esse encontro com um jesuíta, se for solicitado. O “Ponto de Escuta” não é um espaço de apoio técnico, psicológico ou terapêutico. No entanto, para quem precisar desse tipo de apoio, os voluntários poderão encaminhar para serviços disponíveis na comunidade. Os voluntários para escutar as pessoas são já mais de 50 e tiveram uma formação breve de duas horas para poderem responder, da melhor forma, ao desafio. Muitos voluntários têm formação e experiência nesta área e todos têm, em comum, o desejo de ajudar.

As inscrições podem ser feitas através do email [email protected] ou clique aqui

Comentários

topo