Braga

CIM Cávado promoveu sessão sobre estratégia de desenvolvimento ‘Norte 2030’

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

O Conselho Regional do Norte aprovou ontem a Estratégia de Desenvolvimento “NORTE 2030” para o período de programação 2021-27 das Políticas da União Europeia, apresentada pelo Presidente da CCDR-N, António M. Cunha.

O Presidente da CCDR-N sintetizou a estratégia para o novo quadro comunitário do Norte como dimensões estruturantes: a integração com uma “gestão pensada do território”, em que o ordenamento do território seja “parte integrante da estratégia desenvolvimento”; uma “solidariedade social honesta e robusta” e “fulcral para os tempos duros que se avizinham”; a formalização do Sistema Regional de Inovação capaz de responder às “exigências da Região através de uma reforçada aposta no conhecimento”; o aumento do valor acrescentado dos produtos e serviços do Norte, num contexto de “reforço da competitividade e da inovação”; e um modelo de governação “multinível com representação dos principais atores regionais”.

Comunidade Intermunicipal do Cávado (CIM Cávado) organizou uma sessão informativa “online”

A Comunidade Intermunicipal do Cávado (CIM Cávado) organizou uma sessão informativa “online” para os membros que constituem a sua Assembleia, a pedido destes, sobre o Plano Estratégico para a Região Norte no período 2021-2027.

Esta iniciativa insere-se na agenda de trabalhos da CIM Cávado relativa ao processo de preparação da Estratégia ‘Cávado 2030’, em articulação com o documento estratégico do Norte aprovado pelo Conselho Regional do Norte no passado mês de Dezembro.

Esta sessão foi conduzida pelo presidente da Assembleia Intermunicipal do Cávado, Joaquim Barbosa, e mobilizou quase todos os deputados desta Assembleia, que mostraram interesse em conhecer as linhas estratégicas de actuação da região para os próximos anos.

Para este encontro foi convidado o assessor da Presidência da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) e responsável pela coordenação da Estratégia Norte 2030, Rui Monteiro, que numa breve apresentação sintetizou o documento estratégico aprovado pelo Conselho Regional do Norte, e que visa o “desenvolvimento do Norte e a sua afirmação internacional, pela melhoria do bem estar material e imaterial da população”. Na sua intervenção, identificou como objetivos estratégicos a intensificação tecnológica da base produtiva regional, a valorização económica de ativos e recursos intensivos em território, a melhoria do posicionamento competitivo à escala global, a consolidação e sustentabilidade do sistema urbano policêntrico, e a promoção da empregabilidade de públicos e territórios-alvo. Aos objetivos estratégicos adicionam-se três objetivos transversais, sendo o acréscimo de qualificações de todos os segmentos da população, a equidade vertical e horizontal no acesso a bens e serviços públicos de qualidade e a eficácia e eficiência do modelo de governação regional.

Na sua intervenção, o Presidente da Assembleia Intermunicipal do Cávado salientou a importância destas sessões para “habilitar os deputados desta Assembleia com as principais orientações relativas a esta estratégia aprovada no Conselho Regional do Norte, nomeadamente, quanto às prioridades que irão conduzir os próximos investimentos no território do Cávado no próximo quadro comunitário.

Também o Secretário Executivo da CIM Cávado, Rafael Amorim, informou que com esta sessão se pretende incluir e recolher contributos de actores regionais e locais para a elaboração do Documento Estratégico do Cávado 2030, que ainda está na sua fase inicial.

Comentários

topo