País

‘Leilão Solidário – Damos Valor ao que tem Valor’ apoia Médicos do Mundo

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

A Leiloeira Santo Eloy, especializada em Ourivesaria, com destaque para o Ouro, as Pratas, as Joias, os Relógios e as Pedras Preciosas e que em dezembro deu início à sua atividade, apoia a missão da Associação Médicos do Mundo com um leilão solidário a ter lugar na primeira quinzena de março de 2021.

“Leilão Solidário | Damos Valor ao que tem Valor”

O “Leilão Solidário | Damos Valor ao que tem Valor” tem como objetivo a angariação de recursos para a disponibilização de cuidados de saúde a populações carenciadas nas áreas do VIH/SIDA, doenças crónicas e debilitantes, saúde mental, apoio psicossocial e exclusão social. Para tal, 5% da receita global do leilão reverte para a Médicos do Mundo.
Esta iniciativa de cariz social pretende contar com um catálogo de peças de Ouro, Prata, Joias, Relógios e Pedras Preciosas que poderão ser recebidas até finais de janeiro de 2021 e a sua divulgação tem como intuito angariar mais peças junto de particulares interessados.
“A Leiloeira Santo Eloy acredita que o mundo pós-COVID irá exigir maior transparência e mais confiança e por isso temos de estar presentes e ativos de forma diferenciada, com uma postura impactante e munida de propósito. Reconhecendo a importância da criação e da gestão de relações benéficas entre as empresas e a comunidade envolvente, e porque nos revemos nos valores e na missão da Médicos do Mundo, fez-nos todo o sentido associarmo-nos a esta causa na nossa primeira atividade”, explica José Baptista, fundador da Leiloeira Santo Eloy.
A parceria, “à primeira vista improvável”, como a define Fernando Vasco, Presidente da Médicos do Mundo em Portugal, “nasce de uma razão comum. Tanto a Santo Eloy como a Médicos do Mundo querem dar valor ao que tem valor, seja à Vida ou a peças com história. Este objetivo partilhado, que é o reconhecimento pela Santo Eloy que os desafios que afetam a nossa comunidade nos dizem respeito a todos e merecem uma resposta colaborativa, tem assim a sua primeira ação em conjunto com este leilão solidário.”
Num cenário que poucos, ou ninguém, poderia ter equacionado, o impacto da pandemia COVID-19 veio agudizar carências já sentidas na sociedade e fragilizar ainda mais a situação de populações em situação de risco, obrigando as nações, os mercados, as organizações, as famílias e os indivíduos a, de uma forma inesperada e repentina, abrandar e repensar o seu propósito.
Tendo na sua génese a figura do patrono dos Ourives, Santo Eloy, a leiloeira faz desse modelo de serviço aos mais desfavorecidos e à comunidade um modelo de atenção para com questões prementes na sociedade. Perante um contexto de dificuldades generalizadas e efeitos nefastos da pandemia, a atividade da leiloeira arranca com uma ação orientada a apoiar soluções concretas junto das populações que se encontram numa situação mais debilitada.

Sobre a Leiloeira Santo Eloy:

A Santo Eloy é a mais recente leiloeira no mercado nacional, tendo iniciado a sua atividade em dezembro de 2020.
Diferencia-se pela aposta na Ourivesaria, com destaque para o Ouro, as Pratas, as Joias, os Relógios e as Pedras Preciosas. Sendo especializada no setor de Ourivesaria, encontra-se mais bem preparada e apetrechada para servir bem os colecionadores deste tipo de peças, possuindo uma maior competência e disponibilidade para a informação e investigação das peças a leiloar.
Pauta a sua atuação pelos cinco “C” de Conhecimento, Competência, Compromisso, Confiança, Cumplicidade, possíveis numa equipa multidisciplinar e com provas dadas no mercado. Os seus peritos são experientes e de alto nível profissional, e exibem um elevado critério e qualidade nas peças que selecionam e apresentam. A leiloeira procura a valorização das peças a seu cargo, através de um estudo mais profundo da sua história, dos seus mestres e das suas técnicas, e a criação de mais valia para o mercado, através de uma informação mais esclarecedora e transparente. Informações adicionais aqui.


Sobre a Médicos do Mundo:

A Associação Médicos do Mundo é uma Organização Não-Governamental de ajuda humanitária e de cooperação para o desenvolvimento, sem filiação partidária ou religiosa, que desenvolve projetos de cooperação para o desenvolvimento em saúde e ajuda humanitária em todo o mundo, prestando cuidados de saúde a populações vulneráveis. O seu trabalho assenta no direito fundamental de todos os seres humanos terem acesso a cuidados de saúde, independentemente da sua nacionalidade, religião, ideologia, raça ou possibilidades económicas.
É hoje uma organização de referência na área do desenvolvimento e ajuda humanitária, com mais de 36 anos de existência, presente em 80 países e com 439 projetos. A delegação portuguesa, fundada em 1999, e com atuação em Lisboa, Porto, Barcelos, Castanheira de Pera, Évora e Moçambique, tem 19 projetos em Portugal que melhoram a vida a mais de 7 mil pessoas por ano. Informações adicionais aqui

Comentários

topo