Guimarães

Estudo de perceção e hábitos ambientais em Guimarães já está no terreno

(c) Município de Guimarães
Partilhe esta notícia!

O projeto é promovido pela Universidade das Nações Unidas (UNU-EGOV) e pelo Laboratório da Paisagem, no âmbito da Estrutura de Missão Guimarães 2030, avança o Município de Guimarães em comunicado enviado ao Semanário V.

O estudo de perceção e hábitos ambientais dos vimaranenses que resulta de uma colaboração entre a Universidade das Nações Unidas (UNU-EGOV) e o Laboratório da Paisagem já está no terreno. Esta é uma das medidas propostas no Plano de Ação 2020-2021 da Estrutura de Missão para o Desenvolvimento Sustentável 2030, no âmbito do grupo multidisciplinar “Governança: Liderança, Partilha, Envolvimento”.

Estudo tem como objetivo principal a caracterização atual da perceção e hábitos ambientais dos vimaranenses

Este estudo tem como objetivo principal a caracterização atual da perceção e hábitos ambientais dos vimaranenses, podendo permitir a comparação com os dados recolhidos num estudo similar, em 2015. Deste modo, será possível obter uma visão sobre a evolução e transformação das perceção e hábitos da população ao longo do período de 2015-2020.

O questionário procurará recolher informação relativa às áreas de Resíduos; Água e Energia; Transportes e Mobilidade; Espaços Verdes e de Lazer; Recursos Hídricos e Informação Ambiental e Prioridades de Ação. Os resultados obtidos poderão ser um importante contributo para nortear as opções e decisões no quadro dos objetivos do plano de desenvolvimento sustentável. Face ao atual contexto pandémico, o questionário será, numa primeira fase, de preenchimento on-line, numa articulação entre os promotores e as Juntas de Freguesia e Uniões de Freguesia.

Comentários

topo