Braga

Braga. ‘Rede de Apoio Alimentar’ assegura resposta a famílias carenciadas

(c) Município de Braga
Partilhe esta notícia!

O Município de Braga integra a Rede de Apoio Alimentar que está preparada para aceder aos pedidos de todos quantos necessitam de ajuda alimentar, seja por perda de rendimentos, por desemprego ou por outras situações de emergência social.

Esta rede conta um conjunto alargado de parceiros, nomeadamente instituições, associações da área social e Juntas de Freguesia, que se encontram no terreno a avaliar cada uma das situações e a prestar o apoio de acordo com as necessidades identificadas, revela comunicado a que acedeu o Semanário V.

Assim, qualquer pessoa ou família que necessite de ajuda alimentar, poderá contactar os serviços da Autarquia que articulam e encaminham os pedidos para os parceiros que integram esta rede de apoio, dando, desse modo, uma resposta efectiva ao pedido. O apoio é prestado através da entrega de bens alimentares e/ou da disponibilização de refeições diárias através das cantinas sociais existentes no Concelho, havendo, na presente data, 1512 pessoas apoiadas.

“Nestes tempos de enorme incerteza, devido aos desafios resultantes da pandemia, estamos ao lado de todos aqueles que precisam de ajuda”, sublinha o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio.

Ricardo Rio destaca o “trabalho extraordinário e incansável das Juntas e Uniões de Freguesia e das muitas associações e instituições do Concelho que fazem parte da Rede de Apoio Alimentar”.

De entre as entidades que promovem respostas de apoio alimentar no Concelho de Braga, destacam-se o Centro Social e Cultural Santo Adrião, a Cruz Vermelha Portuguesa, a Cáritas Arquidiocesana de Braga, a Santa Casa da Misericórdia de Braga, a Casa do Povo de Tadim, o Centro Social da Paróquia de S. Lázaro, o Banco Alimentar de Braga, o Centro Distrital de Segurança Social de Braga, o Projecto ‘Virar a Página’ e várias Juntas e Uniões de Freguesia do Concelho.

Comentários

topo