Vila Verde

Vila Verde. José Morais investigado por crime informático

Partilhe esta notícia!

O vereador socialista na Câmara Municipal de Vila Verde José Morais está a ser investigado pelo DIAP de Braga por crime de acesso ilegítimo. A notícia é avançada pelo Correio da Manhã (CM) na sua edição online.

Adianta o diário que José Morais é investigado enquanto sócio-gerente da empresa de informática sediada em Vila Verde. A queixa foi apresentada pela Comunidade Intermunicipal do Cávado (CIM Cávado).

A denúncia alega que a empresa do vereador acedeu ilegitimamente ao sistema informático da CIM Cávado, intercetando mesmo transmissão de dados pelo e-mail desta entidade pública.

Diz ainda o CM que a CIM Cávado, após ter solicitado uma auditoria ao sistema informático verificou a existência de acessos e configurações, por parte de um IP que coincide com o IP da empresa informática.

Morais fala em denúncia caluniosa com objetivos políticos

O vereador diz ao CM que não é arguido em nenhum processo e que este caso “parece configurar-se uma denúncia caluniosa, com objetivos políticos.”

O atual presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, António Vilela (PSD) – que foi esta semana condenado a três anos e meio de prisão, com pena suspensa, e a perda de mandato – é vice-presidente do Conselho Intermunicipal da CIM Cávado.

Comentários

topo