Braga

PAN Braga trouxe a debate o tema “corrupção nas autarquias locais”

(c) PAN Braga
Partilhe esta notícia!

“A luta contra a corrupção é uma das principais bandeiras do PAN. Fizemos aprovar o Portal de Transparência para os fundos europeus; a regulamentação do lóbi; propusemos o período de nojo para o cargo de Governador do Banco de Portugal; defendemos a criação de um tribunal especial para os crimes de corrupção: defendemos regime de exclusividade dos deputados; entre outras medidas que visam combater e prevenir a corrupção e aumentar a transparência da administração pública”, afirma Rafael Pinto, porta-voz da Distrital, que moderou a conversa.

Como convidados, a conferência contou com a presença da diplomata Ana Gomes, ex-candidata presidencial e ex-eurodeputada e ainda Jorge Máximo, representante da Associação Transparência e Integridade, que visa trabalhar contra a corrupção.

“Após esta discussão, ficou claro que a inação relativamente à implementação de políticas de transparência tem minado a democracia e impede o desenvolvimento económico do país. Ao nível da administração autárquica, são inúmeros os casos de nepotismo, tráfico de influências, recebimento indevido de vantagem, prevaricação, entre outros”, refere Rafael Pinto, acrescentando que “segundo os dados, a corrupção custa a Portugal 18 mil milhões de euros por ano, valor superior ao orçamento do SNS. Precisamos de políticas eficazes de combate à corrupção, com base académica e não populista.”

A transmissão do evento pode ser assistida na página de facebook do PAN Braga.

Comentários

topo